icone facebookTwitterInstagram

Nessa sexta-feira, 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) promove uma webpalestra abordando recomendações e condutas no exame de rastreamento Citopatológico de Colo Uterino, capaz de detectar alterações específicas em fases iniciais ou o próprio câncer de colo do útero. A palestra, às 15 horas, é direcionada especificamente aos profissionais de saúde que realizam o exame na Atenção Primária à Saúde.

O Dia Internacional da Mulher destaca conquistas sociais, políticas e econômicas ao longo dos anos. O aumento na busca por cuidados como alimentação saudável, prática regular de atividades que promovam o bem-estar e visitas periódicas aos profissionais de saúde são atitudes responsáveis pelo aumento da expectativa de vida em Santa Catarina, considerada a maior do país. Segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizado em 2017, a expectativa de vida é de 82,4 anos no território catarinense.

Por outro lado, o maior percentual de mortes nas mulheres adolescentes reflete-se em causas externas (63,8%). No público feminino adulto, as neoplasias são as principais causas de mortalidade (42,6%). Nas mulheres idosas, o aparelho circulatório responde por 44,9% das mortes, segundo pesquisa da Sala de Apoio à Gestão Estratégica (SAGE) do Ministério da Saúde, no ano de 2017.

Para participar da webpalestra sobre o exame de rastreamento Citopatológico de Colo Uterino, basta acessar o link https://telessaude.ufsc.br/.