icone facebookTwitterInstagram

O trabalho de pesquisa apresentado pela equipe da Gerência em Saúde Ambiental da Diretoria de Vigilância Sanitária Estadual (DIVS) foi premiado com o Diploma de Honra ao Mérito na categoria de Vigilância em Saúde (concedido aos autores do melhor trabalho de cada área temática do âmbito do evento) no ENAAL 2019 - XXI Encontro Nacional e VII Congresso Latino-Americano de Analistas de Alimentos. Na categoria concorreram 38 trabalhos de pesquisa de todo o Brasil.

A pesquisa premiada é intitulada “Vigilância da Fluoretação das Águas do Estado de Santa Catarina no período de 2015 a 2018 – VIGIFLUOR” de autoria das servidoras Cristine Durante De Souza Silveira, Ana Cristina Pinheiro do Prado e Michele Marcon Telles Prado e do servidor Fernando da Silva dos Santos.

O desenvolvimento de todos os trabalhos apresentados pela DIVS só foi possível devido a análises realizadas pelas equipes do Laboratório Central de Saúde de Santa Catarina (LACEN/SC), que atua como parceiro fundamental em vários programas de monitoramento (de produtos, água, medicamentos e alimentos) e respalda inúmeras coletas fiscais e tomadas de decisões da Vigilância Sanitária.

O trabalho está relacionado à fluoretação das águas provenientes de abastecimento público. Na literatura são reportados efeitos preventivos do flúor para a integridade dentária, prevenindo a ocorrência da carie. A DIVS publicou legislação estadual para o teor de concentração do íon fluoreto na água destinada ao consumo humano, estipulado um índice mínimo e máximo, diferente do que reporta a legislação federal, que não estabelece valor mínino.

Como resultado do trabalho desde a implantação da legislação catarinense, ocorreu uma melhora nos valores de adequação referente aos valores de íon fluoreto mínimo e máximo estabelecidos. Podendo resultar numa redução de 20 a 40% a prevalência da cárie em adultos conforme mencionado na literatura científica.

Segundo a equipe premiada, o ENAAL foi uma oportunidade de troca de ideias e experiências com profissionais de diversas áreas de atuação, ficando lisonjeada com o premio recebido de Honra ao Mérito pelo reconhecimento do trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos em Santa Catarina, com repercussão direta na saúde da população.

Além do trabalho premiado, a DIVS apresentou outros quatro trabalhos voltados à pesquisa e fiscalização sanitária, conforme estão abaixo:

- Panorama do Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) e Fiscalização no Estado de Santa Catarina. Equipe de pesquisadoras: Michele Vieira Ebone, Sônia de F. Santos, Csele Vand Sand, Letícia Cândida Teixeira e Juliany Cristine Geller Palavicini.

- Vigilância Sanitária no Monitoramento Microbiológico de Queijos Comercializados em Santa Catarina. Equipe pesquisadora: Sônia de F. Santos, Michele Vieira Ebone, Csele Vand Sand, Letícia Cândida Teixeira e Juliany Cristine Geller Palavicini.

- Monitoramento das Rotulagens de Produtos Alimentícios: Um olhar da Vigilância Sanitária de Santa Catarina. Equipe pesquisadora: Sônia de F. Santos, Csele Vand Sand, Juliany Cristine Geller Palavicini, Letícia Cândida Teixeira, Michele Vieira Ebone e Renata Francinni de Oliveira Trilha.

- Requisitos Basilares para Empresas Fabricantes de Embalagens Plásticas Alimentícias: Migração e Legislações. Equipe pesquisadora: Sônia de F. Santos, Michele V. Ebone, Csele V. Sand e Andréa C. S. Damian.

Além da importância de todos os trabalhos apresentados no ENAAL, este prêmio ressalta a qualidade com que a Vigilância Sanitária Estadual e o LACEN, juntamente com a Superintendência de Vigilância em Saúde e a Secretaria de Saúde de Santa Catarina, vêm desempenhando o imprescindível papel de prevenção à saúde da população catarinense.  

 

ENALL_equipe_002.jpg

                                                                                         Foto: Divulgação