icone facebookTwitterInstagram

O Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (LACEN) firmou parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), de Concórdia, para a realização de exames de RT-PCR para detecção da COVID-19. 
O objetivo principal da parceira é auxiliar no atendimento das demandas dos municípios do oeste catarinense, compreendidos na Macrorregião do Grande Oeste e das regiões do Alto Uruguai Catarinense, Alto Vale do Rio do Peixe e do Meio Oeste, estes últimos pertencentes à Macrorregião do Meio Oeste e Serra Catarinense.
Na cooperação estabelecida entre o Ministério da Saúde e o Ministério da Agricultura, Agropecuária e Abastecimento, ficou acordada a utilização dos laboratórios oficiais do MAPA para ampliação da oferta de diagnóstico da doença na rede pública. A ANVISA, por meio da RDC n.º 364/2020, permitiu aos Laboratórios Federais de Defesa Agropecuária realizarem esses exames, em caráter temporário e excepcional, em função da pandemia. 
De acordo com a diretora do LACEN, Marlei Pickler De Biasi dos Anjos, tal cooperação irá trazer mais agilidade e aumentar o número de testes para a região. A unidade já realizou 18 mil testes PT-PCR desde o início da pandemia. ”Até então, o LACEN era o único laboratório público apto a realizar o teste para detectar Covid”, destaca “Essa cooperação representa a ampliação da capacidade de realização de testes em nossa rede pública”.
O Laboratório da EMBRAPA de Concórdia já tem experiência na realização da metodologia RT-PCR e duas profissionais foram treinadas pela equipe do Setor de Biologia Molecular do LACEN/SC para a realização da detecção do vírus SARS-CoV-2, que causa a COVID-19.
A ação ainda contou com a participação do Laboratório Regional de Joaçaba, que integra a rede LACEN de laboratórios, e executará a fase pré-analítica do exame. A Diretoria de Articulação Regional da Secretaria de Estado da Saúde (SES) será responsável por coordenar o transporte das amostras.
A região oeste é uma das que registra o maior crescimento em número de casos: no total são 594 confirmados (Meio Oeste e Serra Catarinense) e 691 (Grande Oeste),segundo dados desta segunda-feira (18). “A Secretaria de Estado da Saúde  está expandindo a rede de diagnóstico para o Oeste do Estado que, neste momento, apresenta um aumento significativo no número de casos do novo coronavírus”, completa Marlei.