icone facebookTwitterInstagram

Nesta terça-feira, 19 de maio, comemora-se o Dia Nacional de Doação de Leite Humano. A data é dedicada às ações para incentivar mulheres que amamentam a doar leite materno em benefício dos bebês prematuros ou de baixo peso (menos de 2,5 kg) internados em UTI neonatal e que não podem ser amamentados diretamente no seio da mãe. 
Neste período de pandemia de Covid 19, maternidades catarinenses  precisam se adaptar à nova realidade. É o caso da Maternidade Carmela Dutra, em Florianópolis, que não está realizando o serviço de coleta domiciliar, por exemplo. A solução tem sido incentivar a mães de bebês internados na unidade a realizarem doações, por menor que seja a quantididade. 
Para estimular – e agradecer – às doações, uma pequena homenagem foi realizada nesta terça-feira pela coordenadora do Banco de Leite Humano da MCD, enfermeira Cecília Melo à uma das maiores doadoras de 2019. A técnica em enfermagem Cláudia Conceição Santos, servidora da UTI do Hospital Celso Ramos, doou cerca de 56 litros de leite materno pelo período de um ano aos recém-nascidos da Carmela. 
“Cláudia foi escolhida não só pelo gesto de solidariedade e quantidade expressiva de doação, mas também por ser profissional de saúde, estar na linha de frente na pandemia do Covid-19 e nos represetar na semana da enfermagem comemorada neste mês de maio” completa Cecília.
Doar leite materno humano é um gesto que salva vidas. O leite materno é importante para todos os bebês, principalmente para os que estão internados e não podem ser amamentados pela própria mãe. 
Você sabia?
Todos os anos aproximadamente 150 mil litros de leite materno humano são coletados, processados e distribuídos aos recém-nascidos de baixo peso que estão internados em unidades neonatais de todo o Brasil. 
Um litro de leite materno doado pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia.
 Dependendo do peso do prematuro, 1 ml já é o suficiente para nutri-lo cada vez em que ele for alimentado. Os bebês que estão internados e não podem ser amamentados pelas próprias mães têm a chance de receber os benefícios do leite materno com a sua doação.
O Brasil dispõe da maior rede de banco de leite humano do mundo. Santa Catarina possui 13 bancos de leite cadastrados na Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, ligada a Fiocruz, dos quais seis estão em unidade públicas de saúde.
Um projeto, idealizado pelo médico pediatra catarinense Cecim El Ashkar, resultou na criação de uma lei criando o Maio Branco no calendário colorido da saúde. O objetivo é sensibilizar a população, para importância da doação de leite humano, na garantia da sobrevivência de bebes internados em unidades de terapia intensiva neonatais, cujas mães não conseguem amamentar. 
Bancos de Leite Humano em SC
Banco de Leite Humano do Hospital Geral e Maternidade Teresa Ramos
Lages - Tel.: 49-3251-0002
Banco de Leite Humano do Hospital Infantil Joana de Gusmão
Florianópolis - Tel.: 48-3251-9141
Banco de Leite Humano do Hospital Regional de São.José Dr. Homero de Miranda Gomes
São Jose - Tel.: 48-3271-9158
Banco de Leite Humano e Central de Informações da Maternidade Carmela Dutra
Florianópolis - Tel.: 48-3251-7552
Banco de Leite Humano da Maternidade Darcy Vargas (BLH referência para o Estado)
Joinville - Tel.: 47-3461-5704
Banco de Leite Humano Alimente uma Vida - Maternidade D. Catarina Kuss
Mafra - Tel.: 47-3641-4847
Banco de Leite Humano do Hospital Bom Jesus
Ituporanga – Tel.: 47-3533-1144
Banco de Leite Humano do Hospital e Maternidade Jaraguá
Jaraguá do Sul – Tel.: 47-3274-3053
Banco de Leite Humano do Hospital de Rio Negrinho Sr. Klaus Schumacher
Rio Negrinho – Tel.: 47-3646-2000
Banco de Leite Humano do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen
Itajaí – Tel.: 47-3249-9400
Banco de Leite Humano da Secretaria Municipal de Saúde de Blumenau
Blumenau – Tel.: 47-3381-7570
Banco de Leite Humano do Hospital Nossa Senhora da Conceição
Tubarão – Tel.: 0800-6430140 / 48-3631-7149