icone facebookTwitterInstagram

A Rede de Atenção às Urgências e Emergências visa articular e integrar todos os equipamentos de saúde para ampliar e qualificar o acesso humanizado e integral aos usuários em situação de urgência/emergência nos serviços de saúde de forma ágil e oportuna.

Desde dezembro de 2010, por meio da Portaria nº 4.279, o MS já acenava para a organização das Redes de Atenção à Saúde (RAS) como estratégia fundamental para a consolidação do SUS de modo a promover e assegurar a universalidade e integralidade da atenção, a equidade do acesso, além da transparência na alocação de recursos.

Em julho de 2011, o Ministério da Saúde publicou a Portaria nº 1.600, reformulando a Política Nacional de Atenção às Urgências,com vistas a assegurar ao usuário o conjunto de ações e serviços em situações de urgência e emergência com resolutividade.
A RUE em Santa Catarina está organizada atualmente com os componentes já habilitados e qualificados como segue abaixo, compraticamente 70% do PAR já executado. Existe um grande empenho, por parte da SES e Grupos Condutores das Macrorregiões do Estado, para cada vez mais avançar nas qualificações, habilitações e monitoramentos de todos os serviços da Rede, para melhor atender o usuário do Sistema Único de Saúde.

Componentes Habilitados e Qualificados na RUE:
UPAs.
SAMU;
Porta de Entrada;
Leito de UTI Adulto e Pediátrico;
Leitos de Retaguarda Clínica;
Leitos de Cuidados Prolongados;
Leitos de AVC;
Atenção Domiciliar.