icone facebookTwitterInstagram

 O Hospital Regional Terezinha Gaio Basso (HRTGB) de São Miguel do Oeste, administrado pelo Instituto Santé, realizou na última semana, o primeiro procedimento cirúrgico de glaucoma. A trabeculectomia é uma cirurgia dos olhos que permite aumentar a drenagem do líquido intraocular e, consequentemente, diminuir a pressão.


 

Foto: Divulgação Instituto Santé

O procedimento, realizado pelo médico oftalmologista, Mário Tabox, visa evitar a progressão do glaucoma e lesões graves ao nervo óptico. O glaucoma abrange um grupo de doenças que leva à perda parcial e até total da visão nos estágios finais, sendo a principal causa de cegueira irreversível em todo o mundo.

A cirurgia, conforme o especialista, é indicada para pacientes nos quais o tratamento clínico com colírios não é suficiente para controlar o aumento da pressão intraocular e conter a evolução do glaucoma. “A paciente de 62 anos, que passou pelo procedimento, já estava em processo avançado da perda de visão e descontrole pressórico com o tratamento máximo permitido. A cirurgia foi realizada objetivando estabilizar o quadro e impedir a perda total da visão.

O diretor de apoio, Rodrigo Lopes, lembra que o Hospital Regional atende 100% Sistema Único de Saúde (SUS) e que o tratamento não tem custo para os pacientes. “É uma cirurgia difícil de conseguir pelo SUS, pois poucos estabelecimentos de saúde da rede pública oferecem o serviço”, explicou Lopes.