icone facebookTwitterInstagram

Florianópolis, 8 de abril de 2015

Iniciou nesta quarta-feira (8), e segue até amanhã (9), o Seminário de Segurança do Paciente e as Redes de Atenção à Saúde, promovido pela Secretaria de Estado da Saúde, por meio das superintendências de Planejamento e Gestão, Vigilância em Saúde e Hospitalar. Essa ação é financiada pelo Projeto Qualisus Rede da região metropolitana de Florianópolis. O evento é realizado no Hotel Cambirela, na capital.

A programação do encontro contempla aspectos assistenciais, com foco nos processos de trabalho, na estratégia e nos resultados, fundamentado por protocolos, modelos e ferramentas de gestão para os serviços de saúde.

O superintendente de Vigilância em Saúde, Fábio Gaudenzi de Faria, destaca a importância da troca de experiências e de conhecimento entre os profissionais de diferentes áreas. “Essa também é uma oportunidade de desenvolver competências para análise e tomada de decisão dos processos críticos, ponto importante na gestão da segurança do paciente”, afirma Faria.

Mais de 300 pessoas entre gestores e profissionais do Núcleo de Segurança do Paciente e da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar participam do evento, que visa a efetiva implantação do programa se Segurança do Paciente, conforme estabelecido na legislação.

alt

Foto: Paulo Goeth

 

Após cada conferência, cujos temas estão relacionados abaixo, haverá discussão em plenária.

Quarta-feira (8/4/2015)

9h: Conferência de abertura – Histórico da construção do Programa de Segurança do Paciente.

10h: Programa de Segurança do Paciente e RDC 36/2013. Avanços e desafios.

11h: Apresentação da experiência da implantação do Núcleo de Segurança do Paciente na Atenção Básica no Município de Blumenau.

11h15: Apresentação da experiência da implantação do Núcleo de Segurança de um hospital público de São Paulo.

13h30: Protocolo de Medicamentos, Gerenciamento de Risco e a importância do registro no prontuário do paciente.

14h30: Práticas seguras na higienização dos serviços e seu reflexo na segurança dos pacientes. O papel do ambiente assistencial na transmissão de infecções nos serviços de saúde.

16h: Implantação do Programa Nacional de Segurança do Paciente – Experiência do Núcleo Estadual dos Hospitais da SES (Nusep).

Quinta-feira (9/4/2015)

8h: Corresponsabilização da Rede de Assistência na multirresistência de microorganismos.

9h: Rede Sentinela.

10h: Sistema Nacional de Notificações de Eventos Adversos relacionados à assistência à Saúde Notivisa 2.0.

10h45: Redes de Produção do Cuidado em Saúde e Segurança do Paciente.

11h30: Notificações de eventos adversos, queixas técnicas e incidentes em 2014 no Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU/Ufsc).

11h45: Protocolo de Prevenção de Úlcera por Pressão: cuidados de enfermagem conforme escala de risco. Experiência do Hospital Regional Hans Dieter Schmidt, Joinville/SC.

13h30: Morse Fall Scalle – tradução e adaptação transcultural para a língua portuguesa – Rebrasep.

14h45: Implantação do Núcleo de Segurança do paciente. Protocolos a serem instituídos nos serviços de saúde. Protocolo de Queda.

15h45: Erros de prescrição pacientes hospitalizados. Experiência do Hospital Regional Dr. Homero de Miranda Gomes, São José/SC.

16h: Fármaco Vigilância em Via Enteral. Experiência do Hospital Regional São Paulo, Xanerê/SC.

16h15: Experiência em notificar do Hospital Governador Celso Ramos, Florianópolis/SC.