icone facebookTwitterInstagram


13 de maio de 2010

 Melhorar a segurança do cuidado cirúrgico em todo o mundo, definindo padrões de segurança que podem ser aplicados em todos os países membros da Organização Mundial de Saúde (OMS). Esse é o objetivo do 2º Desafio Mundial para a Segurança do Paciente, lançado nesta quinta-feira (13).

Por meio do projeto “Cirurgias Seguras Salvam Vidas”, o foco da iniciativa é a adoção, nos hospitais, de uma lista de verificações,  um checklist padronizado, preparado por especialistas para ajudar as equipes cirúrgicas a reduzirem as ocorrências de danos ao paciente.

A utilização do checklist nos centros hospitalares possibilita uma avaliação integral do paciente, antes e depois de cada procedimento cirúrgico. A medida também garante que eventos adversos apresentados em salas de cirurgia e recuperação sejam registrados de forma efetiva e  possibilita ainda uma adequada atenção do paciente pós cirúrgico, tanto na sala de recuperação como no leito hospitalar.

O lançamento do projeto, fruto de uma parceria entre a Anvisa, a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas)/OMS, o Ministério da Saúde e o Colégio Brasileiro de Cirurgiões ocorre no Auditório Emílio Ribas, do Ministério da Saúde, às 11h.

Confira os materiais colocados à disposição pela campanha:

- Manual
- Guia
- Lista de verificações

 

Daniele Carcute - Imprensa/Anvisa