icone facebookTwitterInstagram

aba saude homem

O objetivo da implantação de uma Política Estadual de Saúde do Homem é facilitar e ampliar o acesso da população masculina aos serviços de saúde. A iniciativa é uma resposta à observação de que os agravos do sexo masculino são um problema de saúde pública. A cada três mortes de pessoas adultas, duas são de homens. Eles vivem, em média, sete anos menos do que as mulheres e têm mais doenças do coração, câncer, diabetes, colesterol e pressão arterial mais elevadas, tendência à obesidade e não praticam atividade física com regularidade, entre outros problemas de saúde. Por meio dessa iniciativa, o governo federal quer que, pelo menos, 2,5 milhões de homens na faixa etária de 20 a 59 anos procurem o serviço de saúde ao menos uma vez por ano.

Principais Atribuições

- Construir a Política Estadual de Atenção à Saúde do Homem, por meio do diagnóstico e perfil epidemiológico no Estado, estabelecendo metas que possam contribuir para a redução da morbimortalidade, por meio do enfrentamento dos fatores de risco;
- Incentivar, coordenar e dar subsídios aos técnicos e gestores dos municípios na implantação da Política para Atenção à Saúde do Homem;
- Promover articulações interinstitucionais e intersetoriais por meio de mudanças de valores, promovendo novas formas de pensar e agir, levando os benefícios deste processo à gestão municipal;
- Promover a interface da Política Estadual de Atenção à Saúde do Homem com as redes temáticas , Rede Cegonha, Rede Psicossocial, Rede de Urgência e Emergência.

Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem
Saúde do homem: prevenção é fundamental para uma vida saudável

Contato:

Telefone: (48) 3664 7271 ou 7273
E-mail: integralidadedaps@saude.sc.gov.br