icone facebookTwitterInstagram

Na tarde desta sexta-feira, 19, uma equipe do Batalhão de Operações Aéreas (BOA), do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), em parceria com o Grupo de Resposta Aérea de Urgência (GRAU), realizou o transporte aéreo de uma menina de 10 anos, para tratamento de infecção após transplante renal.

Foto: Divulgação/ CBMSC

Por apresentar infecção urinária, que está associada ao órgão transplantado, a criança necessita de tratamento com a equipe médica que realizou o transplante, visto que a doença é complexa e potencialmente grave.

A paciente e a mãe foram transportadas de Lontras até Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A aeronave modelo Carajá, do governo estadual, levou cerca de uma hora para fazer o trajeto de 353 quilômetros.

Trabalho integrado no atendimento

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) trabalha em parceria com o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU). Para esta ocorrência a equipe de saúde da aeronave Arcanjo-04, com médico e enfermeiro, além de um tenente bombeiro militar, embarcou na cidade de Joinville para levar a paciente em segurança.

Trata-se de uma importante ação do Governo do Estado, já que o transporte aeromédico garante rapidez, segurança e conforto para o procedimento, já que o tempo conta bastante para o sucesso de cura do paciente.

Além disso, essa aeronave permite ainda condições de levar o acompanhante até o destino, uma vez que é um menor de idade e necessita da presença de um responsável.