icone facebookTwitterInstagram

Florianópolis, 11 de dezembro de 2014

Santa Catarina continua líder entre os estado do país em doações de órgãos para transplantes. Nos nove primeiros dias de dezembro, a SC Transplantes registrou 13 doações. Na última terça-feira, 09, a instituição recebeu cinco autorizações para retirada de órgãos de famílias residentes em Tubarão, Criciúma, Joinville e Joaçaba.

Além de contar com a solidariedade do povo catarinense, a instituição investe periodicamente no treinamento dos coordenadores de transplantes dos principais hospitais do estado. Esses profissionais são responsáveis pelo processo de doação até a chegada da equipe de captação. São eles que fazem a entrevista com os familiares no hospital e mantém o doador em boas condições até que equipe médica faça a retirada dos órgãos.

“Na semana passada realizamos em Balneário Camboriú mais um treinamento com duração de três dias. A SC Transplantes investe muito nos treinamentos que, além de qualificar as equipes, ajudam muito no processo de aceitação da família em autorizar a doação”, explica Joel de Andrade, coordenador Estadual da SC Transplantes.

O mês de dezembro, segundo Andrade, normalmente registra um pico de doações. “Não há comprovações sobre a razão do aumento de doações, mas quero crer que o espírito de solidariedade da nossa população, sempre comum nesta época do ano, contribui muito”, pondera o coordenador da SC Transplantes.

Doações

Do início desse mês até o dia 9, foram registradas doações nos seguintes hospitais: Hospital Maternidade São José (Jaraguá do Sul), Hospital Regional Homero de Miranda Gomes (São José), Hospital Universitário (Florianópolis), Hospital Santa Isabel (Blumenau), Hospital Municipal São José (Joinville), Hospital Municipal Ruth Cardoso (Balneário Camboriú), Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (Lages), Hospital Hans Dieter Schmidt (Joinville), Hospital Nossa Senhora da Conceição (Tubarão), Hospital São José (Criciúma) e Hospital Universitário Santa Terezinha (Joaçaba).