icone facebookTwitterInstagram

Biguaçu,09 de dezembro de 2016
 
 O Hospital Regional de Biguaçu Helmuth Nass começa nesta quinta-feira (10), 15 dias antes do inicialmente previsto, a realização de internações e cirurgias eletivas de baixa e média complexidades. Inaugurado em 26 de agosto, a programação era de esta fase do hospital começar apenas no final deste mês, 120 dias após o início das operações da unidade. "É um grande avanço que conseguimos junto com o prefeito Ramon Wollinger e com o secretário da Saúde de Biguaçu, Ângelo Ramos Vieira", destacou o secretário de Estado da Saúde, João Paulo Kleinübing.

Seguindo o cronograma de funcionamento, o Hospital Regional de Biguaçu prossegue com os atendimentos ambulatoriais, atendendo pacientes que aguardavam em fila à espera de consulta com médicos especialistas em anestesista, cardiologia geral, cirurgia geral, cirurgia vascular, dermatologia, endocrinologia, nefrologia, neurologia geral, otorrinolaringologia adulto e infantil, pneumologia, proctologia, reumatologia, urologia e ortopedia. O hospital já zerou a fila de espera ambulatorial no município de Biguaçu e agora também atende pacientes de municípios vizinhos.

 
O Regional de Biguaçu também conta com exames de apoio e diagnóstico de média complexidade em radiologia, eletrocardiograma, ultra-sonografia, ecodoppler e ecocardiografiatranstorácica. E exames de apoio e diagnóstico de alta complexidade em tomografia. A unidade oferecerá cirurgias eletivas de ortopedia, proctologia, urologia, otorrinolaringologia, vascular (varizes) e cirurgia geral. Já as internações serão realizadas para clínica médica, clínica cirúrgica e pediatria. A unidade conta com duas salas cirúrgicas e cerca de 55 funcionários. No total são 110 leitos, sendo 70% dos atendimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Biguaçu está fazendo história, inaugurando um hospital e colocando em pleno funcionamento num ano tão complicado como este. Isso mostra o comprometimento da prefeitura e do Estado e o projeto tão sonhado para a população que foi o Hospital Regional de Biguaçu, observou o prefeito Ramon Wollinger.

O Hospital Regional de Biguaçu Helmuth Nass foi construído pela prefeitura de Biguaçu com apoio do Governo do Estado e do governo federal. O custeio mensal é dividido entre a Secretaria de Estado da Saúde e o Ministério da Saúde. O nome escolhido para a unidade homenageia um dos primeiros farmacêuticos a atender no município. A unidade fica localizada ao lado do loteamento Deltaville, no Bairro Beira Rio, sendo local de fácil acesso pelas rodovias BR-101 e SC-407.

O funcionamento do hospital para atendimento ambulatorial é realizado das 7h às 19h. E o funcionamento para as cirurgias eletivas e internação será 24 horas/dia. O importante é a parceria e entendimento que estamos tendo com o município e com o Estado. E agora chegou o momento de o hospital fazer cirurgias eletivas. A nossa meta é fazer um trabalho com segurança e qualidade para nossos pacientes. Nossa preocupação inicial não é fazermos volume, e sim um trabalho para que possamos implementar um serviço que funcione 24 horas, com ótimo atendimento, e a partir daí incrementar mais cirurgias para que possamos ampliar nossas especialidades, observou odiretor do Regional de Biguaçu, Claudio Marmentini. 

O Hospital de Biguaçu é uma unidade de atendimento referenciado, também chamado de modelo portas fechadas, o que na prática significa que os pacientes deverão ser encaminhados por outros serviços de saúde, como a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Corpo de Bombeiros e ambulâncias da Concessionária Autopista Litoral Sul.