icone facebookTwitterInstagram

Rede RAPS A Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), foi instituída pela Portaria MS/GM nº 3088/2011 e atualizada pela Portaria MS/GM nº3.588, de 22/12/2017, prevê a criação, a ampliação e a articulação de pontos de atenção à saúde para pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

Componentes da RAPS: Atenção Primária à Saúde

  • Unidade básica de saúde;
  •  Núcleo ampliado de saúde da família;
  •  Consultório na rua;
  •  Centros de convivência e cultura.

Atenção Psicossocial Estratégica

  •  Centros de atenção psicossocial (nas suas diferentes modalidades);
  •  Equipe Multiprofissional de Atenção Especializada em Saúde Mental.

Atenção de Urgência e Emergência

  •  SAMU 192;
  •  Sala de Estabilização;
  •  UPA 24 horas e portas hospitalares de atenção à urgência/pronto socorro, unidades básicas de saúde.

Atenção Residencial de Caráter Transitório

  • Unidade de acolhimento;
  •  Serviço de atenção em regime residencial.

Atenção Hospitalar

  • Unidade Especializada em Hospital Geral;
  • Hospitais Especializados.

 Estratégias de Desinstitucionalização

  • Serviços residenciais terapêuticos;
  • Programa “De Volta para Casa”

Estratégias de Reabilitação Psicossocial

  • Iniciativas de geração de trabalho e renda;
  • Empreendimentos solidários e cooperativas sociais.

  


Contatos:
Ludmilla Castro Malta
Júlia Sievert Alves

 (48) 3664 7271
 integralidadedaps@saude.sc.gov.br